Visita ao hospital em Palma

Parece muito fácil ser solidário... #1

Continue lendo

Como é que se ri na África? #2

Continue lendo

Quer ir para Moçambique? #3

Continue lendo

Eu vou para Moçambique! Mas fazer o quê? #4

Continue lendo

Reuniões #5

Continue lendo

Por onde começo? #6

Continue lendo

Encontro com o Teatro dei Venti di Modena #7

Continue lendo

Os primeiros contatos com Moçambique #8

Continue lendo

Agenda primeira missão em Moçambique #9

Continue lendo

A primeira missão: Chegada em Maputo #1

Continue lendo

Mas... onde estou? #2

Continue lendo

Encontro com Alvim Cossa #3

Continue lendo

Espetáculo Teatro do Oprimido #4

Continue lendo

Reunião com a Associação Machaka #5

Continue lendo

O espetáculo do Grupo Machaka #6

Continue lendo

Manuela Soeiro e o Teatro Avenida #7

Continue lendo

Gonçalo Mabunda #8

Continue lendo

Encontro com Associação Luarte #9

Continue lendo

Espetáculo Luarte #10

Continue lendo

Viagem Maputo - Pemba #11

Continue lendo

Vitor Raposo #12

Content Continue lendo

Viagem Pemba - Palma #13

Continue lendo

Visita à Aldeia de Quionga #14

Continue lendo

Visita à Aldeia de Quirindi #15

Continue lendo

Aquela praia maravilhosa! #16

Continue lendo

Visita à Aldeia de Pundanhar #17

Continue lendo

O Kit Mamãe #18

Continue lendo

Visita ao hospital em Palma #19

Continue lendo

De volta para a Itália #20

Continue lendo

O projeto continua! #1

Continue lendo

Quantas reuniões vamos fazer?!? #2

Continue lendo

Agenda segunda missão em Moçambique #3

Continue lendo

Segunda missão em Moçambique, a chegada em Pemba #4

Continue lendo

Felix Mambucho #5

Continue lendo

Espetáculo Vitor Raposo e Companhia Tambo Tambulani Tambo #6

Continue lendo

Viagem para Pemba – Palma #7

Continue lendo

Espetáculos em Palma, dá-se início ao casting! Não, parem todos! #8

Continue lendo

Grupo do funzionarios #9

Continue lendo

Espetáculo (e casting) da Aldeia de Pundanhar #10

Continue lendo

Espetáculos (e casting) na Aldeia de Quionga #11

Content Continue lendo

Seleção de atores para os estágios em Itália #12

Continue lendo

Todos prontos para ir para a Itália? #13

Continue lendo

De volta à Itália, e final da segunda missão #14

Continue lendo

Preparação para o primeiro estágio de teatro na Alcatraz #1

Continue lendo

Chegada na Libera Università di Alcatraz #2

Continue lendo

Inicia! #3

Continue lendo

Mario Pirovano #4

Continue lendo

Recitamos com Mario Pirovano #5

Continue lendo

O braço se levanta sozinho! #6

Continue lendo

Um mergulho no teatro #7

Continue lendo

Contamos uma história de amor! #

Continue lendo

O duro trabalho do ator #9

Continue lendo

Que dia! #10

Continue lendo

O falso médico! #11

Continue lendo

Todos às compras! #12

Continue lendo

O espetáculo toma forma #13

Continue lendo

Precisamos de uma ecografia! #14

Continue lendo

Roma, você nunca foi assim tão linda! #15

Continue lendo

Segundo estágio: um dia antes...

Continue lendo

O retorno dos Moçambicanos #2

Continue lendo

Um dia fatal #3

Continue lendo

Teste de memória com Mario Pirovano #4

Continue lendo

Provas, provas e mais provas: e o texto em três línguas ... #5

Continue lendo

Primeira leitura do texto em Swahili #6

Continue lendo

Para variar, vamos às provas do espetáculo... #7

Continue lendo

O vídeo maldito! #8

Continue lendo

Perugia e arredores #9

Continue lendo

As últimas provas #10

Continue lendo

Acção! #11

Continue lendo

Alterações no espetáculo? Mudar o título?!? #1

Continue lendo

Confusão na casa de Fátima #2

Continue lendo

A preparação do cenário #3

Continue lendo

Pronto para viajar novamente? #1

Continue lendo

Chegada em Pemba #2

Continue lendo

Palma entre as palmeiras (molhadas!) #3

Continue lendo

Primeiro dia da turnê: Mute #4

Continue lendo

Segundo dia de turnê: Pundanhar #5

Continue lendo

Terceiro dia de turnê: Quionga #6

Continue lendo

Quarto dia de turnê: Palma #7

Continue lendo

Quinto dia de turnê: Olumbe #8

Continue lendo

Obrigado Moçambique, muito obrigado! #9

Continue lendo

As visitas preliminares nas aldeias são terminadas, estamos agora a visitar o hospital em Palma, ou seja, descobri isso na entrada do centro de saúde de Palma.

Trata-se de um hospital para emergências, novo…novo. A sala de cirurgia da Casa de Espera, apenas terminada, ainda está para ser inaugurada: Foi construída para receber as mulheres grávidas, falta ainda o acabamento, mas o centro de saúde está ativo e funcionando.

ospedale-palma-immagine1

Conhecemos a diretora, Dra. Iara. Agora eu me tornei muito bom e aqui gostam de serem entrevistados …

Ela é jovem, muito bonita, recém-formada. Pelas leis de Moçambique, os graduados em medicina devem fazer um período de aprendizado em um centro de saúde rural, para ganhar experiência. Isso mesmo!

Ela nos conta que no distrito, 66% dos partos já são hospitalizados e é um bom resultado, há problemas devido à pouca comunicação entre comunidades, entre Palma e as aldeias mais distantes, serviria cursos para ensinar como tratar os recém-nascidos, como prevenir mortes infantis, serve uma relação construtiva (usa estas mesmas palavras!) com os curandeiros, relatórios que levem em conta as tradições e a religião, devemos ensiná-los a encaminhar os pacientes para o atendimento mais apropriado. Frequentemente se recorre à ideia de uma cura a curto prazo, que dê resultados imediatos, mas raramente funciona.

Eu pergunto a ela o que ela pensa do kit Mamãe e ele responde que é uma iniciativa muito importante que já está a ter sucesso uma vez que foi apenas iniciada, a pouco mais de um mês.

* * *

A Casa de Espera, uma estrutura no seio do Centro de Saúde de Palma, foi projetada em vez, para acolher as mulheres das aldeias no último período de gravidez, dando-lhes comida, alojamento e todos os cuidados médicos necessários.  Ainda não está funcionando, um médico dos Medici con l’Africa Cuamm nos disse que eles querem torná-la mais atraente possível, mas vai ser difícil convencer as mulheres das aldeias a abandonar a sua família para ficar aqui. É um dos grandes desafios que os Medici con l’Africa Cuamm e Fundação ENI estão enfrentando em Moçambique.

* * *

É noite, eu tenho que arrumar as malas para iniciar a longa viagem de volta.

Ospedale Palma